Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Outras entregas!


Pois o meu peito se desnuda em silêncio,
A entregar-se entre murmúrios,
Nas noites escuras, a teus seios!
E o brilho em seus cabelos,
Abrasa de fogo e luz a noite escura!
E pleno de desejos, eu te amo em paz!
Naquela paz de quem ama:
Plena guerra sem tréguas,
Entre tórridos desejos!
E assim que tudo seja,
É assim que tudo é!
E enquanto nossos olhos se abrem e se fecham,
Nas volúpias de nossos desejos, eu tenho medo.
Temo que assim nosso amor, nós dois, para sempre, não
seja!
Mas enquanto nos entregamos um ao outro, que assim seja!
E assim nos instantes que nós nos temos,
-Breves e ténues...
Assim tudo continua sendo...
E o tempo sendo infinito,haverá amanhãs!
E outras entregas...


04/09/02
Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
www.casadoescritor.com
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 03/06/2006
Código do texto: T168653
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173751 leituras)
23 áudios (10648 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:44)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor