Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cão violão preto

Menina dos olhos claros,
O que tu fazes a me indagar?
Já te disse,
Sou meu cão e violão solitário.

Num acaso em meu quarto,
Minha fria solidão,
Teu semblante em imaginação,
Pede pingo só de atenção.

Já fui coragem, puro no olhar,
Hoje, não mais posso o centro fixar,
Tenho medo,
Tantas quedas não me deixam acreditar.

Chamo o cão companheiro,
Violão preto e medo,
E só vou caminhar,
A você, meu desejo, do amor encontrar...
Bruno Fernando
Enviado por Bruno Fernando em 03/06/2006
Reeditado em 03/06/2006
Código do texto: T168656
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Llafer). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Fernando
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
67 textos (2801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:31)
Bruno Fernando