Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou

SOU
 
Sou mulher mesmo, e daí?
Qual é o problema com isso
Sou eu quem chora e ri
Que sai às ruas pra causar reboliço
   
Sou mulher e não nego
Sou amante e amada
Sou mais do que um simples "quero"
Sou louca e depravada
 
Faço cena, grito e danço
Entôo canções de amor
Fico tonta com esse balanço
Nas noites de tanto calor
 
Noites em que você chega sem pressa
Beija-me e me deixa ser ar
Depois com suas mãos expressa
Todo seu modo de amar
 
Sou fêmea, gata no cio
Deixo-me me levar por paixão
Mas quando minhas garras enfio
Deixo marcas em seu coração
 
Não quero ser seu porto seguro
Quero mesmo que se perca em mim
Não penso em futuro
Só penso em dias assim
 
Dias que se confundem com a noite
Quando perdidos estamos
E somos pegos de açoite
Por esse prazer que nos damos
 
Nada mais me importa
Quando tenho você em mim
O mundo tudo vira aquela porta
Que trancamos para nos unirmos em fim
 
Sou mulher sim, e daí
Quero você toda hora
Quero hoje e agora
Sem pressa de ir embora

LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 03/06/2006
Reeditado em 21/02/2007
Código do texto: T168802

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:44)
LoucaporPoesia