Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando a madrugada vem
tenho vontade de atirar-me a ela
como quem desesperadamente
corre em busca
da alma vadia
que só a madrugada empresta
É nela que repousa
o silencio
e deita o escândalo
é ela quem da o rumo aos amantes,
é dela que sai,
em som continuo,
o ato de amor dos gatos
é ela quem ama
roubar o descanso e o sono
de quem dorme;
é ela quem acaricia
a cabeça dos poetas
e os faz vagar
tão rapidamente pela vida
E é nela que a vontade de te ter almenta,
e me faz sentir saudade doque
muito senti mais nunca vivi ...
Hedi Diniz
Enviado por Hedi Diniz em 04/06/2006
Código do texto: T169442
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hedi Diniz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 58 anos
1078 textos (99095 leituras)
1 áudios (264 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:11)
Hedi Diniz