Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ É A PRIMEIRA DA MINHA LITERATURA DE TERCEIRA

Você é letra viva da minha canção
O som mais doce e rude
Você é o açude que não se estanca
Que vaza e rompe
E me inunda com suas águas
Sua umidade quente

Você é a página par do livro que escrevo
A letra A do poema que rabisco
A folha que viro e volto
Que reviro e não sigo em frente
Você é mulher que me ensina valentia
Que rima e segue adiante

Você é o meu pedaço perdido
Elo placenta umbigo
Você é a primeira da minha literatura de terceira
Você é o pão que como
e ainda colho migalhas pelo chão da cozinha
Você é o selo da carta que não envio
Só pra tê-lo comigo

Você faz o meu texto ficar comprido
E pra não deixá-lo prolixo vou terminá-lo já
Portanto lhe digo:
Sem você meu riso é partido
Minha vida despedida
Mãos em aceno. Silêncio do poema

Raul Los Dias
Enviado por Raul Los Dias em 05/06/2006
Código do texto: T169669

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raul Los Dias
Argentina
512 textos (75897 leituras)
1 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:47)
Raul Los Dias