Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JAMENJOEI


De muita manga, cajú, pitanga,
Marmelo,siri-patola,
Só não me enjôo
Do jeito que chega
E some
E me enrola.

De pesquisa, pudor, paixão,
Sair pra rumos ignorados,
Só não me enjôo
Do quente de tuas brasas,
Do vôo de tuas asas,
Todo enrolado.

Jamenjoei, cê sabe,
Buraco, viver-tatú,
Cê sabe do que eu gosto,
Do gosto que só tem tu.

Do fogo do sol poente,
Do frio da madrugada,
Só não me enjôo
Da lava da tua encosta,
Do jeito que tu me roça,
Me incendeio todo,
E toda sei que me gosta.

Preto Moreno














 





















Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 08/06/2006
Reeditado em 08/06/2006
Código do texto: T171827

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6783 textos (102555 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:10)