Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lenta Morte do Amor

Em noites de insônia
me pergunto, intrigada,
se você percebe
a lenta morte
de nosso amor
ou se acostumou
a ficar sozinho,
a não pedir carinho
e trancar-se em seu céu.
Não sei o que faça
e, como louca, indago
se deverei mentir
que nada me incomoda,
arrumar as malas
e partir com o vento
ou lhe confessar meu susto,
contar  meus soluços,
o desvario desse coração
que, de tantas penas,
já não sabe mais bater
e nos desvãos do amor
se deixa esquecer...
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 08/06/2006
Código do texto: T171858

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:17)
Maria Luiza de Monteiro Marinho