Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CADERNO

Faço-me hoje caderno
A esperar a tua escrita...
Pegues da pena, espero-te
Venhas escrever as minhas linhas!

Quero meus traçados fervilhando amor
Minhas linhas e entrelinhas preenchidas!
Nas letras emite teus sons...
Na minha vida sejas a escrita!

Mas cuidado com a tua pena...
Estás diante de um sonhador caderno
Que tem bordas douradas.
Não o trates como bloco de rascunho!

Escreva indecências, nunca inconveniências...
Sobre o sexo escrevas tuas mais loucas fantasias
Só não deixes nunca escapar tuas aventuras...
O caderno imediatamente se fecharia!

Leve-o nas mãos, junto a teu peito
Jamais o deixe jogado!
Um caderno como eu
É fácil de ser roubado!

Como um mágico caderno...
Terei folhas infinitas...
Só tu podes definir
Quanto durará a tua escrita!

Não precisas ser poeta...
Podes até ser um vagabundo...
Desde que saibas as palavras certas...
Terás deste caderno os seus frutos!

Santo André, 23.09.05 – 16:10 h
Enloucrescida
Enviado por Enloucrescida em 09/06/2006
Código do texto: T172316

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enloucrescida
Santo André - São Paulo - Brasil
634 textos (89716 leituras)
14 áudios (2047 audições)
4 e-livros (1045 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:47)
Enloucrescida