Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gotas

Gotas caem pelo caminho
Trazem todo o seu carinho
Sobre a terra, sobre o ninho
De pardais esperançosos

Gotas molham de tristeza
A quimera da beleza
Da mulher de natureza
E olhos tão maravilhosos

Gotas jovens, reluzentes
Que fecundam as sementes
São as mesmas que tu sentes
Nas beiradas dos teus olhos

Gotas chegam já mais grossas
Molham todas essas roças
Pra que os olhos nelas possas
Esquecer de tão brilhosos

Gotas são a juventude
Do prazer tão amiúde
Que acho em toda a plenitude
De teus beijos saborosos

Gotas cálidas decoram
O telhado e já devoram
Teus olhares que imploram
Pingos mais gananciosos

Gotas que caem do céu
Trazem algumas todo o mel
Com que enches teu tonel
De delitos prazeirosos

Gotas que alegram as plantas
Gotas com que tu te encantas
Gotas que, enfim, são santas
E nós os pecaminosos


Rio, 24/04/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 10/06/2006
Reeditado em 02/10/2006
Código do texto: T172766

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144471 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:02)