Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PORTA FECHADA

Limpei a pele
E troquei o batom.
Mesmo assim
Seu beijo foi de giz.

Abandonei o meio termo
E escrevi o meu amor em seus poros
Com longas e líquidas letras
E você, muro.

Virei carpideira e, insone,
Revirei suas palavras em busca
De alguma carícia perdida.
Encontrei ácidos e sal
Além de paralelas conjugações.

Ultimamente
Tranquei a porta e ando aflita
Em meus corredores,
Veias cheias
De suas lembranças.
Aqui, não entra mais.

Mas, há uma janela apenas meio cerrada
E voltei a usar o batom vermelho.
Saramar
Enviado por Saramar em 11/06/2006
Código do texto: T173241
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Saramar
Goiânia - Goiás - Brasil
89 textos (7949 leituras)
1 áudios (526 audições)
2 e-livros (352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:57)
Saramar