Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Candura

Ah, meu bem, posso compreender tua candura.
Na ausência de corpos e de cores
Posso compreender teus abraços no enlaço distante
Mesmo em outros braços
Posso acordar ao teu lado
Na distância infinita que nos prende
Posso sentir o teu cheiro, ao natural
Despertando em mim, a ânsia de ser tua
Ah, meu bem, posso te amar pela vida inteira
Enrolando no pescoço, camisa de cacharel
Ainda existe?
Foi em sonho que te vi com ela
Posso te amar tão fundo e verdadeiramente
Sabendo do meu lugar sem rumo
Sem sumo
Sem perfume
Posso te amar assim
Não existindo para ti
Nem para o mundo
Só para mim.

Verônica Aroucha
Enviado por Verônica Aroucha em 12/06/2006
Código do texto: T173981

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Aroucha
Recife - Pernambuco - Brasil
122 textos (7751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:01)
Verônica Aroucha