Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
EXPLOSÃO DE POETA


Existência infinita:
palavras escritas
em túmulos e vulcões.
Essência bendita:
versos entrelaçados
mensageiros de velhas sensações.

Sinta meus sons, verso mágico, metafísico,
escuta minha cantoria,
súbita grandeza
fagulhas frescas
que exalam o místico
o sentimento
furacões, sonhos e realeza.

Divino sentimento de delírios noturnos,
raios brilhantes que invadem a areia da praia,
palavras suaves ditas no ouvido que cheiram a lírios,
vozes e perfumes colorindo
heras e samambaias verdes.

Só meus versos preenchem o vazio supremo da minha solidão!

Só tua alma presente
Inflamada, simbólica, cabalista,
Preenche o espaço e busca solução.
Entre nós não há limites
Domínio, medo, cor ou exaltação.
Somente nossos corpos
fundindo-se
entrelaçados e tempestuosos
envaidecidos de emoção.

Nosso amor inventa palavras,
dilacera emoções...
Meus versos continuam
perseguindo estrelas
tentando beijar a aura dos vulcões.


by Wildon Lopes
12/06/2006
WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 13/06/2006
Código do texto: T174924
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILDON LOPES
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
269 textos (14457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:39)
WILDON LOPES

Site do Escritor