Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





"DOMINGO À TARDE"



A chuva que caía torrencial
naquele dia de domingo à tarde,
tu me lançaste um olhar fatal
hoje eu me lembro, e sinto saudade.

Aquela chuva que caía fria
eu me aquecia no teu corpo nu,
pra mim não foste uma simples fantasia
naquele frio, do inverno do sul.

Ah! Que alegria, se eu te encontrasse!
Eu correria para os braços teu,
esqueceria que me abandonaste
naquele dia que me disse adeus.

Tenho certeza, que no bom momento
em que esteve entre os braços meus,
nutriu por mim, um grande sentimento
isso eu notei, pelos carinhos teu.

Os teus delírios, enquanto nos amávamos
em que, nos meus braços, se aconchegou,
o extasiante orgasmo, que ambos chegávamos
confesso a ti, que em mim, já era amor.


Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 14/06/2006
Código do texto: T175305
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257154 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:36)
Antonio Hugo

Site do Escritor