Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dois

Ainda me lembro
-não faz tanto tempo-
que a gente era dois
querendo ser um...

Parceiros na vida,
no catre, no mate,
unindo as partes
de um sonho comum.

Não sei, se amor,
ou coisa de Deus...
Encanto tamanho
vivendo em nós.

Ternura despida
à luz do candeeiro...
E o verso aflito
tremendo na voz.

Partiu-se, porém,
a doce unidade,
quebrou-se o encanto
e o sonho se foi...

Você, eu não sei
que faz, onde vive,
só sei que sou um
sofrendo por dois.

O catre está triste...
O mate sofrido...
O campo, deserto
sem sonho nenhum.

Ainda me lembro
-não faz tanto tempo-
que a gente era dois
querendo ser um...



Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 15/06/2006
Código do texto: T175986

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:48)
Vaine Darde