Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Corpos ardentes

Entrelaçados
Suados
Peles crispadas
Volúpia no olhar
Mãos vadias a explorar
Linguas enlouquecidas a se deleitar
Os gritos e sussurros se misturam
Ao compasso ritmado dos corpos
Numa louca viagem rumo ao prazer
As bocas se procuram
Em meio aos abraços apertados
Os corpos colados
Palavras desconexas
O êxtase explode
Soltando em nós os gritos do prazer
Cansados, suados, ofegantes
Ainda tremulos
Com o brilho no olhar
Trocando palavras de amor
Nos deixamos abraçados um no peito do outro descansar.

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 16/06/2006
Código do texto: T176564

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146140 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:47)
Dama De Negro