Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MELODIA DE SOLIDÃO






MELODIA DE SOLIDÃO


Numa melodia onde o sol nos embalou
Semti-me tão só.
Tão frágil.
Tão despida de paixão.
Queria falar-te corpo a corpo, dum sonho
Florido.
Numa dança de linguas.
Num apelo entornado pelo chão.

E nesse instante decobrir que o nosso
amor é infinito.
Mas sinto, que não ouves mais
o grito do meu corpo amotinado ao
canto do riacho, sedento, das águas tranquilas
das nascentes...


Amália Lopes







amaliapoemass
Enviado por amaliapoemass em 17/06/2006
Código do texto: T177511

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
amaliapoemass
Portugal
91 textos (4004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:38)
amaliapoemass