Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A menina

A menina que entristeceu de tanta alegria
Sob a luz do dia,levou a mão ao rosto
A vida é tão injusta com você menina
E como eu desejo dia, deixe a menininha em paz.

A menina entristeceu, mas não pode mais chorar
Oh! Tempo, deixa hoje ela aqui...
E que não se vá nunca mais
Ela me deixa com palavras presas na boca
Ou na ponta dos dedos
Ela que de tão verdadeira faz desnudar meus pensamentos
Menina vou fingir que não te amo.

A ela, quem devo tanto amor
Que nunca pratico
Vou andar
Vou andar devagar
Se tuas asas não me levarem
A beijar teu rosto, e tuas bochechas que não gosta...

Oh! Minha vida de tantas súplicas
Me dá um futuro pobre
Me dá um futuro sem glórias
Me dá um meio sem fim
Mas deixe que a estória me dê ela nos braços
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 18/06/2006
Código do texto: T177916

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98434 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:54)
Andrié Silva