Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJOS MUTANTES!

Você anda castigando-me,
Sofrendo e fazendo-me sofrer,
Sumindo assim desse jeito,
Sem dar notícias, sem vir no nosso cantinho,
Sem ao menos, fazer-me carinhos, 
Um só que seja!

Você sabe muito bem como eu sou,
Das coisas que sinto, 
Da coisa que carrego comigo!

Por isso, não se ausente, venha, fique, enfrente...
Eu te prometo que, como anjo, tocarei tua alma,
Com os carinhos mais delicados,
Abraçarei teus desejos mais íntimos,
E nos sussurros de tua voz rouca, 
Beijarei tua boca!

Deixando-te entorpecida, quase louca,
Afinal, eu e você somos anjos mutantes, de uma asa só,
Um precisa do outro para poder voar.

Abraçados, juntinhos, dois corpos, duas asas,
Passeando por todos os caminhos,
Saltitando por entre estrelas, sentados na lua,
De olhos fechados, um beijo, eternos namorados,
De corpos e almas nuas!



paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 19/06/2006
Reeditado em 19/06/2006
Código do texto: T178336

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2587 textos (469343 leituras)
57 áudios (6063 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:43)
paulo cesar coelho

Site do Escritor