Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite Fria

A imensidão de teu corpo renascem à lua inerte
Tão intensamente clara longe e perto vigente
Mergulhada no transcendente e refletida em teu beijo
Toca-me a pele e os lábios se sentem em paz
A lua a vigiar-nos ao cheiro de terra molhada
 
A imensidão desse infinito tão escuro
Transpassa pelo leve toque de tuas pernas quentes
Uma infinidade tão simples como a brisa fria
O brilho luzente não cabe ao brilho ofuscante de luar
 
Teus braços me apertam contra o peito forte
Pisando em nuvens de sentimentos flutuantes
Pés no chão a pisar no vento frio
O prazer quente de teu sorriso
 
Tão distante e ao mesmo tempo perto de teu corpo cálido
Cheiro de flor do campo e seu espaço
Flores a cair no outono viver liberdade de paz
Amar cada segundo de teu desejo ao luar
 
Olhar o distante e ver o perto ante aos olhos penetrantes
A alma num frio de pele descoberta
Amar as cores tão lindas de teu doce sorriso
Conseguir a liberdade a dois
Falar baixinho encostando no teu rosto macio: Eu te amo!
Lady Sophia
Enviado por Lady Sophia em 20/06/2006
Reeditado em 13/09/2006
Código do texto: T179166
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Sophia
João Monlevade - Minas Gerais - Brasil, 25 anos
147 textos (6552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:46)
Lady Sophia