Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teu Olhar

A meiguice do teu olhar
É como o encanto silente
Do cair das folhas no outono.

Fitá-lo, mesmo de relance,
É tal qual embriagar-se
Do néctar sutil e místico
De chuvas de raios cintilantes.

Cruzá-lo mais de uma vez
É enveredar-se por labirintos.
É vagar por caminhos imprevisíveis
Em direção ao universo cósmico.

Senti-lo, é reconhecer-se cúmplice
Da sua dialética murmurante
Ou tornar-se desprezível
Ante o eco do seu silêncio.
Robério Matos
Enviado por Robério Matos em 20/06/2006
Código do texto: T179221

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, link para a obra original (www.roberiomatos.com) e e-mail (roberio@natal.digi.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robério Matos
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 64 anos
73 textos (3372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:11)
Robério Matos