Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É A VOCÊ QUE ESCREVO...

É a você que escrevo
O meu conto milenar
Raiz da própria alma
Rabiscos a contornar

É a você que escrevo
De punho o próprio rascunho
De um destino incoerente
Que roí a alma da gente

É a você que escrevo
Pra ler com muita atenção
Esse verso moribundo
Que tirei da alma do mundo

E a você que escrevo
Com tristeza e com penar
Antes que a morte arranque teus olhos
Leia, viva e saiba amar
O Guardião
Enviado por O Guardião em 22/06/2006
Reeditado em 04/09/2006
Código do texto: T180228
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34437 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:35)
O Guardião

Site do Escritor