Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NUNCA MAIS...

Ansioso para chegar
Dias sofrendo ao mar
Frio, fome, corpo castigado
Menino amedrontado

As vezes ouvia gritos
De mulheres a fugir
Manchas de sangue, corpos aflitos
Que a sorte não pode cobrir

Doenças, alguns levaram
E minha mãe me deixou
Louco, meu pai, abandonaram
Os meus amigos o mar tragou

Poucos chegaram à terra estranha
E o que será agora de mim?
Sinto ainda ferida que arranha
Que pena, a vida é assim
O Guardião
Enviado por O Guardião em 22/06/2006
Reeditado em 04/09/2006
Código do texto: T180229
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34444 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:38)
O Guardião