Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tua fêmea

Ah! O desejo que em mim aflora
Toma conta dos meus sentidos
A pele crispa
Treme
O calor invade todo o meu ser
Teu olhar me seduz
Me chama
E eu contigo vou
Me entrego aos teus caprichos
Te sigo, te persigo a cada movimento
O gosto de ti saliva em minha boca
Tuas caricias incendeiam
Sou mulher, e tu me tornas menina
A cada toque me levas a loucura
Fazes este corpo que é teu vibrar
Arrancas de mim  doces gemidos de prazer
Me tornas louca, pervertida
E eu a ti me entrego
Plena, absoluta, fêmea
É assim que tu me fazes ser
Fêmea 
Tua fêmea!

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos

***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 25/06/2006
Reeditado em 25/06/2006
Código do texto: T182132

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146140 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:58)
Dama De Negro