Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor restaura.



No auge da coisa
gozei  dentro de você
todas as ilusões
que a minha alma vazia permitia.

Permitia tão secretamente
que ate os pulsares transcendentes
você não sabia
se era amor ou ironia.

Ouvindo canções de amor
os corpos estremeciam,
mas, os segredos
talhavam o meu sentimento
dividindo-me sutilmente.

Minhas sombras...
olhei para você real
e já me condenava
antes de dizer que a amo.

Pausadamente desfilei meus carinhos
em seu corpo lindo,
minha obra prima,
sabia que dentro dele
também tem uma alma,
mas a confiança no meu amor
não deixou reservas para a emoção.

Mais toques,
mais um desejo,
mais tesão
e voltamos a amar,
já livre dos segredos
que tangiam
a minha paixão e o meu amor,
e eu era você.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 25/06/2006
Reeditado em 25/06/2006
Código do texto: T182247
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26303 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:43)
Condor Azul