Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAI EMBORA SOLIDÃO = TÂNIA AILENE

VAI EMBORA SOLIDÃO
TÂNIA AILENE


Me deixe viver sem essa agonia
vai levando esta apatia
que faz do meu amanhecer sem cor
o anoitecer a dor...

Carregue contigo este tormento
se fazendo noite do breu ardendo
frio que mina meus aís
morada do meu corpo que esvai ...

Na calada da incerteza judia, maltrata
revela meus sentimentos,arrebata
tudo é louco e sem calor
faz doer sem sentir dor...

Vai embora solidão
me devolva a emoção
quero a alegria de voltar
a esperança do novo amar...

Hoje aguardo a euforia, do amar em companhia
carregando comigo a ansiedade
da vida as rosas, o tempo, a vitalidade
vou sonhar junto, dormir abraçada
com a felicidade!
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 25/06/2006
Código do texto: T182365
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30278 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:26)
Tânia Ailene Nua Poesia