Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0726 - Caminhando vida


 
 
Caminho alma até uma esquina da minha vida,
sinto que, desviando por estranhos caminhos,
abraços se desfazem sem ao menos um adeus.
 
 
Sou pedaço de terra com direitos por alguns anos,
voltarei a ser mudo e pó,
assim como a pena da ave solta ao vento.
 
 
Procuro alguns sentimentos que não compreendo,
como a arvore que tenta chegar ao céu.
Falta um pedaço a entender, é como fome a saciar.
 
 
Gosto de cores que o mundo me mostra,
um rosto, uma rosa, uma casa, um carinho,
tento mais um dia ver os tons da vida noutros olhos.
 
 
Levo comigo as pedras de um castelo de sonhos,
flores que uma mulher plantou a beira da minha estrada,
a liberdade que virá depois da curva, se Deus quiser.
 
 
26/06/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 26/06/2006
Código do texto: T182557
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116235 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:17)
Caio Lucas