Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TENTO ENTENDER

Este sentir que não se finda,
que quando penso, que se foi
lá vem ele ainda a torturar-me.

Compreender eu quero,
essa razão perdida na emoção
na doce presença desse amor,

a revirar a alma,
remexer os pensamentos.
Morre, renasce das cinzas,
se instala no coração, a sufocar.

Tento compreender este amor ,
que em mim é doce perdição,
minha prisão tão preferida.

Sacudida, leva-me a procurar
os teus abraços e os teus afetos,
e no calor do teu corpo, a salvação.
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 26/06/2006
Código do texto: T182951
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marlene Constantino
São Paulo - São Paulo - Brasil
484 textos (15208 leituras)
42 áudios (3641 audições)
1 e-livros (45 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:51)
Marlene Constantino

Site do Escritor