Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAS QUE O VENTO

             A ti, a mais sublime entre as sublimes
                   PENSAS QUE O VENTO

Leva a tua tristeza para esta não mais te magoar
E apaga-a
Mas estás enganada
Ela leva apenas as mágoas
Para o mar as afogar

Pensas que o vento

Pensamentos belos te há-de dar
No máximo refresca as tuas ideias
Permitindo-te então
Livremente sonhar

Pensas que o vento

Assim como doma a pedra
E outras formas lhe está sempre a atribuir
As consciências irá transformar
Elas não duram milénios
E essa metamorfose
Terá que delas próprias vir

Pensas que o vento

Muita coisa trás
Muita coisa leva
Em livros talvez
Que são feitos de papel
E não de pedra
Mas esqueceste
Estás sempre a esquecer
Que esse vento o meu amor
Traz os beijos
Que estou para ti a reter
Transporta a emoção
Que tenho comigo
E que queria
Partilhar contigo
Canta o som
Que é a minha canção das estrelas
Que é o meu fado
Ela diz
Que gosto de ti mais do que tudo
Que queria estar a teu lado

Pensas que o vento…
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 27/06/2006
Código do texto: T183071

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:35)
Miguel Patrício Gomes