Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TUDO SE PARTE, TUDO SE DESFAZ

          A ti, a mais sublime entre as sublimes
               TUDO SE PARTE, TUDO SE DESFAZ

Na incapacidade demente
Daquilo que por ti sou capaz

Tudo se parte, tudo se desfaz

Porque estás algures
Entre a minha alma e o meu coração
Desfaço e ergo sonhos
Ao sabor de uma certa paixão

Tudo se parte, tudo se desfaz

Um dia vais partir o meu coração
E o que vai acontecer à alma?
Irá vaguear eternamente por um purgatório sentimental
Até eu por fim encontrar a miragem de uma calma

E eu estou cansado
De te procurar
Estou tão cansado de viajar
Por cantos e recantos
Que julgo ser o desejado abrigo
Quando os meus lábios se unem
E te sussurram à distância ao ouvido
Palavras secretas
Que dizem que quero estar contigo
E só contigo
Para colocar um fim a esta odisseia
Que começou
Na louca ideia
De que havia de amar e ser amado
Sonho eternamente contrariado
E se assim é
Porque não lhe chamo pesadelo?
Porque te encontrei
Ponta solta no meu novelo
Que ando a desatar
Com todo o cuidado
No desejo impossível
De querer estar ao teu lado
Por mil poemas
Mil rimas
Incontáveis vidas
Da minha imortalidade
Descobri contigo o primeiro amor
Após inúmeras paixões
E é esse o meu silêncio
Mais secreta verdade
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 27/06/2006
Código do texto: T183081

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170316 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:54)
Miguel Patrício Gomes