Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando o amor aflora

Ele vem sem aviso
As vezes vem manso
Devagarinho vai nos tomando
E ficamos enternecidos
Nos aquece, nos faz sorrir
Vemos o mundo mais colorido
É lúdico
Outras vezes vem avassalador
Nos pega se surpresa
É paixão que arde no peito
E ficamos eufóricos
Tudo é muito rápido
Um olhar, um sorriso, um friozinho na espinha
O corpo arrepia, aquece
O mundo se transforma
Tudo e fogo e paixão
Ah! O amor...
Benção dos Deuses
Quem não o sente não vive
E quem não o vive morre em vida
Estar amando é viver a vida com cor
Com cheiro e sabor
É o sangue pulsando nas veias
É magia, emoção, é flutuar no espaço sem fim
É chama que incendeia a alma e os sentidos
Nos faz insanos e pervertidos
Ah! Doce e louco amor
Seja sempre bem vindo!

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 27/06/2006
Reeditado em 27/05/2012
Código do texto: T183258

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146135 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:51)
Dama De Negro