Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ahuvah

Ao luar me entrego...
Tanto amor verdadeiro, tanta descoberta
Agora sei a quem dedico
Tamanho amor que no peito ja não suporto, e do coração transborda

Não deixo de crer que as almas divididas ao meio
colocadas nos corpos, incompletas...
juntas formam um amor tão grande, infinito
...almas gêmeas.

A dor, o sofrimento, a distância
A pobreza, a solidão, a raiva e a inconstância
O perdão, a reconciliação, o amor e a perseverança
A esperança...

Hoje sei que não sabia o que era amar
até te conhecer, Naide
Sabia sofrer e este sofrimento alimentar
Mas você me ensinou a te amar de verdade

É engraçado ver como é o destino
Ontem eu nem te conhecia e músicas para você eu fazia
Ontem eu nem sabia que com meu instrumento
Transformaria em sons o que só com a alma eu te diria.

Ontem eu componho
Hoje eu te amo
Amanhã te toco...
É assim tão lindo e tão harmonico.

E te escrever,
Como é facil compor para você
Não escolho as palavras, elas comigo vêm ter.
Como é maravilhoso amar você.

Guardo como meu tesouro, o teu sorriso
A tua voz, o teu olhar
A tua imagem o teu suspiro
Guardo-os no coração, os tesouros de quem eu muito amo
AOV
Enviado por AOV em 27/06/2006
Reeditado em 27/06/2006
Código do texto: T183415
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AOV
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
12 textos (444 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:52)
AOV