Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0730 - Teatro




Entreguei a última metade de vida nesta apresentação,
deixei escapar meu resto de paixão nos papéis principais,
até que... um dia amanheceu o amor.


Voltei o tempo atrás da janela do meu teatro,
fui protagonista da minha maior obra,
a cortina subiu na hora certa, o beijo era o sinal.


As luzes voltaram todas para o meu rosto,
o palco, meu corpo, demarcado por apresentações,
o silêncio dos aplausos ainda rondam minhas frustrações.


Hoje ensaiei a última peça, minha última paixão,
não abro o espetáculo aos gritos de te amo,
não como antes, esperei ouvir a voz da ''partner''.


No palco as luzes brilharam mais forte, como meus olhos,
era certeza do sucesso, o amor cresceu, ouçam os aplausos,
minha alma voltou para um bis e agradeceu, estou amando.


28/06/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 28/06/2006
Código do texto: T183908
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:21)
Caio Lucas