Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Buscando


 
 
Subo aos céus de onde em ventos ressurgi,
traço meus passos no centro do mundo,
vôo solto na liberdade que abraço
e canto a vitória antes mesmo de conhecer
o sóbrio olhar humano que em vida vi sorrir.
 
 
São meus pulmões as matas verdes que desenhei,
respiro sóbrio pelas narinas da vida,
nas folhas amassadas do tempo apenas um borrão
e o mundo em contraponto
despertando manhãs nos leitos dos rios onde descansei.
 
 
Criatura recriada,
passo do alfa ao omega em um pensar,
ornada de luzes caminho na certeza de que  um dia é muito mais,
o tempo que passa sem a licença que não quero dar.
 
 
Na fé emoldurando os corpos pela luta que travam sem desistir,
seguem em marcha pelas asas dos anjos que sobrevoam a terra,
nova aurora, prenúncio da vida tingindo o céu onde nasci,
recriando o mundo, a paz, vestindo o homem que caminhava em guerra.
 
 
Toca o vento o corpo que repousa lento nas margens de si,
mais um pensamento e o mundo recriado,
sorrindo desconexo das lágrimas que das faces vi cair,
nas mãos, o prumo da vitória feito bandeira hasteada,
mostra o que sou pelas sombras de um mundo que começa surgir.
 
 
Paz, nos átrios encontrados pelos passos do caminheiro,
e o fim que justifica o caminho na busca constante,
da vida que se encontra nos atos dos que acreditam
e entregam-se sem medos.
 
 


Aisha
Enviado por Aisha em 28/06/2006
Código do texto: T183913
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35173 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:57)
Aisha