Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Benditas Insônias nas Madrugadas


Ah! Que belas madrugadas e benditas
Insônias, pensamentos e reflexões
Acompanham-me, e insone poetizo.
Momentos maravilhosos ou chorosos
Que passamos.

Madrugada amiga e companheira
Eu também a tenho como parceira
Na trajetória de um novo amanhecer.
Até lá então trago a pena em minha
Mão para escrever o que você tem
A me dizer.

Sussurra aos meus ouvidos Lembranças
E esperanças. Fala ao meu coração
Tirando-me a razão para Eu não
Enlouquecer, então a magia de seus
Encantos Vêm-me dizer.

Insônias benditas minha alma por
Ti grita, na luta que travo contra o
Sono. E neste abandono de tudo
E de todos, tu és minha parceira
Guerreira. Que muitas vezes me impedes
De fazer besteiras.

Meninas aladas que bailam na estrada
Desta vida tantas vezes corrompidas
No seu virginal prazer. Torna-se esta
Mulher vestal que purifica todo o mal.

Insônia e Madrugada, garotas
Desvirginadas pelos Poetas,
Boêmios e os saudosos que no
Decorrer das horas passam prostrados
Sobre seus seios macios.

Tantos homens como mulheres querem
Buscar o descanso do prazer ou dos problemas
Que têm ou vier ater. Tombados em seus
Peitos sentem a imensa paz e segurança
Na manhã que renova as esperanças...
Landell
Enviado por Landell em 28/06/2006
Código do texto: T183949
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Landell
São Paulo - São Paulo - Brasil, 58 anos
88 textos (7936 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:04)
Landell