Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No vão do olhar

A porta entreaberta convida  apreciar os raios do sol, as vidraças da janela refletem o mundo lá fora  num arco-íris de cores.

Meu olhar procura o seu na multidão, vagando entre a razão e  a emoção.

Na sinfonia de um amanhecer, ilustra o sonho perfeito, registrando o sublime momento, polvilhando o ego com carícias.

Na leitura de um livro guardado na gaveta, rasgando as fronteiras que nos cercam, desenhando emoções nas páginas da vida.

A brisa trás o perfume das flores, o amor penetra na intimidade e a alma entregue, mistura-se ao som de uma lágrima.

No vão do olhar distante, a vontade de aconchegar-se mansamente,
Embora dissesse muitas vezes que não sente, disfarces no riso, a voz possui um magnetismo.

Expandir no horizonte o apogeu do amor, em toques sutis, encantado fetiche em nuances de luar.



escrito em
28.06.2006
por Águida Hettwer
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 28/06/2006
Código do texto: T184149

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116381 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:28)
Águida Hettwer

Site do Escritor