Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não me faça ser...

Não me diga...
que sou sua palavra suprimida
em seus lábios.
Não me tenha
por seu fruto proibido,
por sua tentação do Éden!
Não me olhe com o desejo,
que nasce na libido ardente
acessa na icerteza
de sua própria realização.
Não me faça o sue topo
que você almeja chegar,
mas que nunca poderá subir!
Naõ me revele seu segredo
guardado no entorpecido coração,
Que pulsa por algo restrito,
fechado, oculto na itenção revelada!
Não me faça seu "proibido"
o seu jardim fechado,
o seu oásis,
no deserto de suas intenções!
Não acredite que sou
sua noite fria e cálida,
nem que trago a brisa
da inerte solidão.
Não me pinte
no quadro de sua imaginação,
apenas me veja na realidade...
No devido lugar da situação!!


Luciano Costa

Luciano Costa
Enviado por Luciano Costa em 30/06/2006
Código do texto: T184881
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Costa
São josé do Seridó - Rio Grande do Norte - Brasil, 38 anos
640 textos (82370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:40)
Luciano Costa