Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor de Minas

No mais alto prédio urbano de BH
surgiu uma flor singela na janela
delicadadeza com perfume de almíscar
pétalas cor de doce de nozes
miolo amarelo sol das montanhas
caule verdes serras de João Monlevade

Chamada de Dama das Serras
A bela da tarde exala sua fragância na manhã fria
rivaliza com a poluição de carros e fábricas
resiste ao vento intrépido
mantém a elegância de uma fotografia
bebe das gotas de orvalho

Tão frágil na chuva que cai ao fim da tarde
Tão forte a se enraizar no concreto
a humanizar a pedra gelada
a poetizar a cidade de JK
com seu balançar cadenciado
ornamentando a paisagem cinza
sob o luar sem estrelas da noite mineira

Flor da minha existência
germinou-se em mim com sutileza
polenizou meu coração na brandura das palavras
acalmou meu ser inquieto com sensibilidade
antes eu era terra árida
agora sou solo de massapê
para te enraizar em minha vida
Andretti
Enviado por Andretti em 02/07/2006
Código do texto: T185925

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andretti
Arapiraca - Alagoas - Brasil
599 textos (12975 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:31)
Andretti