Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se hoje tivesse que chorar

Se hoje tivesse que chorar seria por você...
Pelos motivos os mais estranhos e sutis...
A palavra que não foi dita, o beijo que não ocorreu,
os sentidos que não se pronunciaram,
alegrias que não extrapolaram um sonho,
dois seres relutantes que não se encontraram,
o sorriso que não se transformou em alegria,
pedaço da existência deixado à penumbra,
o desejo que não perdurou...

Se hoje tivesse que chorar seria por você...
Pela singularidade do que deixei de viver,
doçuras que cheguei a degustar do seu interior,
as canções ouvidas que quebraram o nosso silêncio,
voz que, imaginada, tornou-se meu acalanto,
seu ser que delicadamente gerei, concebi e criei em mim,
cada colóquio, cada impressão, a confiança aos poucos posta,
coisas todas ditas sem pudor,
o desejo sem disfarce algum, intensidade em todas as direções...

Se hoje tivesse que chorar seria por você...
Pelo tempo imaginário que criei
e a força descomunal que encontrei para segui-lo...
Ocorre que não irei chorar só para sua comoção,
sei de todas as razões, porquanto suas no entanto minhas,
desfalecidas todas de interior, razões sem razão,
conjecturas mil, absurdas e sem solução...
Sei da dor, tão sua quanto minha,
da despedida que não aconteceu.

Se hoje tivesse que chorar seria por você,
Porém não vou chorar, já que fiz meu papel nesse ato,
saí humildemente a capturá-lo em seus sentimentos,
percorri orgulhos e insanidades, dever de amor cumprido,
procurei por você ainda uma vez mais sem lograr êxito algum,
não o tendo encontrado pelo menos do jeito que deixei.
Mas como homenagem, ainda que sem chorar,
Preciso muito que você saiba que, por nunca tê-lo esquecido,
tributei-lhe o último verso deste singelo poema de amor...
Nalva
Enviado por Nalva em 03/07/2006
Reeditado em 04/07/2006
Código do texto: T186947

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nalva
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
102 textos (15400 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:02)
Nalva