Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FEITIÇO...

De dia, vaga pelas matas
E eu sou homem, e não posso te tocar
De noite, vôo pelos ares
E tu mulher
Sofre pelo encanto de me amar

Só por um delírio...Só por um desejo
E as lágrimas de um tempo diferente
Somos puro sofrimento
Entregues ao destino
Que nos quer de corpo ausente

A mente sim
Preserva o grande amor
Que hoje, no corpo do animal
Devaneia ao raciocínio e sente dor
Pelo expurgo da mente irracional

Ah, aflição infernal
Cativeiro da fera em agonia
Feitiço sombrio e anormal
Invólucro de maldição
Utopia
O Guardião
Enviado por O Guardião em 04/07/2006
Reeditado em 16/11/2007
Código do texto: T187295
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34442 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:46)
O Guardião