Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estrada mundo


 
 
Segue o trem as linhas do homem,
segue o trilho sem ritmo, desgovernado,
 segue o rumo, sem norte, por onde anda o sul?
Segue o rio beijando a enseada, descompassado!
 
 
Segue o vento o sonho do homem,
segue na beira do tempo sem eira que ao próprio tempo resiste,
segue o caminho sem fim, sem início,
segue na reza o povo que em procissão Deus assiste.
 
 
Segue em cruz os mártires que no tempo em fé persistem,
segue o abuso no descuido do sol que do céu desiste,
segue a luz nas correntes da vida,
segue o santo o coro dos anjos que o "amém" transmite.
 
 
Segue a vida, nos dias sem meses que acrescentam os anos,
segue sóbria a geografia nas histórias que as fadas me contaram um dia,
segue o poeta encerrando seus versos
onde foram as rimas que dançavam soltas entre minhas escritas?
 
 
Segue a água o curso do rio,
na chuva conto as gotas que espelham meu sim,
segue o desejo desenhando vidraças
no gosto do beijo revisto meus sonhos e nego seu fim.
 
 
05/06/2006

Aisha
Enviado por Aisha em 04/07/2006
Código do texto: T187542
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35174 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:37)
Aisha