Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor , a Noite


O amor

O verdadeiro amor não conheceu e, se conheceu, o
 está crucificando entre o crepúsculo e a aurora
matinal. Amar é um verbo que desejaria ter conjugado.
Errou, e o erro que não é puro, está lhe cravando
um punhal pelas costas. Fora traído e apunhalado pela essência da rósea maçã que hoje apodrece pela ação do tempo, que não vacilou em passar.

A noite

Vaga sonâmbulo e solitário nas ruas desertas e nos
becos tristes. As avenidas e as moradias dormem ou
sustentam suas pálpebras sonolentas pelo
cansaço de um dia ceifado pelo crepúsculo que foi
mais forte e o venceu.

Valter Figueira
Enviado por Valter Figueira em 06/07/2006
Código do texto: T188636
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valter Figueira
Carlinda - Mato Grosso - Brasil, 48 anos
39 textos (2147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:48)
Valter Figueira