Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Amor que me Faz Falta

Transborda nos mares da paixão
Da gente que mundo afora se arvora
Qual deuses de volúpia incontida
Que sem pudor, sem medida,
Deleitam-se no pecado da luxúria
Que contrasta com a lamúria
Dos mortais que sequer têm o pão.

Aflui no brilho do olhar dos transeuntes;
No sorriso doce e singelo das crianças;
Na ternura do enlace entre os amantes
Ou no gesto do ato do perdão.

O amor que me faz falta
Sobra nos olhos orvalhados de lágrimas;
Aninha-se no pobre travesseiro aluído
Por mais um esforço desmedido
De alguém que só um tanto precise
Do pouco amor que tenho
E que, não doando, parece me fazer falta.
Robério Matos
Enviado por Robério Matos em 08/07/2006
Código do texto: T189719

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, link para a obra original (www.roberiomatos.com) e e-mail (roberio@natal.digi.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robério Matos
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 64 anos
73 textos (3372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:12)
Robério Matos