Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grãos de Areia


Na solidão dos dias vou vivendo, sobrevivendo
pego a areia do mar vejo a caindo pelos vão dos dedos
assim como a esperança dos encantos das noites de luar,
de ver o romantismo sonhado voltarem a serem realidade.
Ah! Meu Deus não queria ter acordado deste sonho lindo

É duro ver a insensibilidade, não sentir o amor nas palavras,
sentir o desprezo em uma despedida, em um beijo
queria ter o poder das fadas, tocar o coração das pessoas
mostrando como é bom amar, como é bonito ver o amor
florescer em um botão de flor entregue ao ser amado

O amor que guia minha alma, é sentimento perdido no tempo,
tema de ficção, novelas, filmes e poesias
a frieza da vida me espanta, me assusta, destrói por dentro
não quero esse mundo pra mim, ele é feio, corroí a vida,
a essência do viver

Feito de sentimentos, hoje cansado, envelhecido pelo tempo
pareço perdendo as forças para lutar por um sorriso,
abrindo a mão vejo que um pouco de areia restou,
esperança para uma alma romântica, cheia de amor,
de ver o amor germinar, perpetuando nos corações sonhadores.
JR Cruz
Enviado por JR Cruz em 08/07/2006
Reeditado em 21/09/2013
Código do texto: T190001
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JR Cruz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
293 textos (31749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:39)
JR Cruz