Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASAS DA LIBERDADE

À S. P. I. B. R., amiga, infelizmente só e sobretudo amiga que me está a marcar para sempre
Poema escrito depois de uma maravilhosa terrível noite de copos onde vi o céu(Joana, Susanita, Ba…) e o inferno…
ASAS DA LIBERDADE
Gostas duma parte que sou
E que só te mostrei
Mas essa é a mais pura verdade
Gosto de ti
Porque me dás

Asas da liberdade

Esta noite vi os meus demónios
Que me quiseram dominar
Mas que de mim nada tiraram
Foste a minha força
Talvez por tanto te admirar

Amo-te e gosto de ti
Como amiga
O sentimento não se desvanece
A tudo convida

Contigo sou o mais forte
Tremendamente invencível
Sem ti
Sou uma folha no vento
Perecível

Tu és a minha força secreta
Amo-te e adoro-te
Com a minha alma de posta

Sem ti
Os dias não têm cor não possuem sentido
Contigo
Tudo é lindo

Só sou feliz nos meus mundos
Nos quais me consigo realizar
Mas a teu lado
Minha linda
Na condição que quiseres
É onde gostava de estar…

Não sou bonito
Nem o mais perfeito dos poetas
Gosto de ti
E é essa a minha força de esteta
Tenho para te oferecer
Um universo de paz
E de coisas maravilhosas infinitas
Pois tu és
Das milhões de coisas que já vi
A mais bonita!
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 09/07/2006
Código do texto: T190388

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5079 textos (170374 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:42)
Miguel Patrício Gomes