Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMEI-TE


Amei-te, desesperada e loucamente
Inconsequentemente
Na calada da noite
Como vento que vem feito açoite
No clarão da madrugada
Nas manhãs ensolaradas
Nos dias de imenso calor
No temporal arrasador

Amei-te, como fera no cio
Como um cão vadio
Como bicho solto nas campinas
Como ave de rapina
Como loba sem matilha
Como presa em armadilha
Como animal predador
Como caça e caçador

Amei-te de todos os jeitos
Totalmente sem preconceitos
Vestida da mais pura emoção
Só seguindo a voz do coração
Sem me importar com a razão
Me entregando à paixão
De maneira atrevida
Com ânsia incontida

Só parei de te amar assim
Porque dentro de mim
De tanto sentir amor
Não havia lugar para a dor
Por não ser teu bem-querer
Isso muito me fez sofrer
E por não suportar viver assim
Deixei minha vida chegar ao fim...




26.01.2005
Vitória-ES

Baby
Enviado por Baby em 09/07/2006
Código do texto: T190499
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21959 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:29)
Baby