Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

3º ATO após uma ilusão

Alçada foi. Uma cobiça alheia,
Endereçada ao prévio destino!
Modificada pela feição dela...
Sei ainda que resta o mínimo
De estima e consideração, porém

Feminilidade e feminismo
São fetiches que dilacerarão!
Sua conduta periodicamente
Demarcada pela irregularidade
do batom sobre teus lábios

E deste olhar mulher!
Os Homens por incríveis que possam ser
Comunicam-se pela retina!
Oh sua irresponsável, sem paciência
Descompromissada com o sentir
 
Dos sentimentos. Sim sentir!
Os sentidos. Assim bem ditos
Tornam-se um ato criminoso,
E você meu caso amoroso
Nada mais é que uma doce ilusão.
José Luís de Freitas
Enviado por José Luís de Freitas em 10/07/2006
Reeditado em 24/11/2009
Código do texto: T190976

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Luís de Freitas
Diadema - São Paulo - Brasil, 32 anos
466 textos (177599 leituras)
28 áudios (28250 audições)
1 e-livros (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:12)
José Luís de Freitas