Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE

O outono descrobiu a saudade
do solo árido do meu peito,
campina de flores e amores distantes,
e brincou nos meus olhos
até que da tristeza dos próprios
exalasse o aroma de lágrimas sós.

A solidão é um mar cançado
onde a última onda não tarda a vir,
onde o horizonte,sempre distante
é bem maior que a medida sublime dos sonhos
e é nele, neste mar de triste vida,
que me encontro sem velas e rumos,
sem os doces beijos da amada,
somente saudade, alimento inútil dos fracos,
a podar no caule
a rosa do meu viver.

hervulus
Enviado por hervulus em 10/07/2006
Código do texto: T191200
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
hervulus
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
13 textos (761 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:15)
hervulus