Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Principe do Amor

Recebe estas palavras como um sopro do meu coração, são mais uma vez para ti meu Amor


Quem me dera não te amar
E apenas de Ti gostar
Mas eu não consigo fingir
Que não é contigo que quero ficar
Sonhei um futuro que queria dividir
Tantas ilusões tantos pensamentos
Que não quero perder
Nem tão pouco esquecer de te dizer
Que fazes parte da minha vida
Numa luta entre o céu e as trevas
Moras no meu coração e dele és dono

Só te quero a Ti
Por mais cruel que isso seja
Desejo-te com todo o fervor
Num ardor de sentidos avassalador
No qual perco a concentração
E me entrego tão simplesmente ao Amor
O que imagino que sentes por mim
No sonho que queria que se tornasse real

O que sinto por ti ultrapassa todas as coisas
As mentiras, os silêncios, as ausências
Por isso nada tenho de provar
Não o digo sequer para te convencer
Apenas grito ao mundo
Tudo aquilo que um dia te queria dizer
E que lamento profundamente
Que morra em mim
Com a falta do teu Sim

Príncipe das minhas quimeras
Dos meus projectos
Do meu coração
Da minha vida
Lugar que gostaria que ocupasses
De forma plena e intensa
Onde queria que me visses como princesa
Anjo com asas de ouro
E coração de seda magoado
Hoje queria dizer-te
Que nada parece fazer sentido
Sem te ter ao lado da minha  Vida
E neste percurso sinuoso
A única coisa que se mantém constante
É o que sinto por Ti
Talvez seja a rocha da montanha
Que a todo o custo te recusas a escalar
Numa fuga constante
Não posso jamais esconder o que sinto
Não existe forma de fingir
Ou sequer de negar
Por mais que magoe a tua distância
O meu coração grita
AMO-TE


Sonya
Enviado por Sonya em 11/07/2006
Reeditado em 04/08/2006
Código do texto: T191679
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:26)
Sonya