Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades


Saudades

— O que houve? Não sentes Saudades?
— Pois então vives?
A saudade é a essência da vida,
da lembrança e da poesia.
Se não sentes, não vives
se vives, padeces
se padeces, choras
se choras é porque há saudade.

— Então, o que houve?
— Não sentes saudades?

A saudade é a lembrança do passado,
se não sentes, não houve passado,
se há presente, houve passado,
haverá futuro onde o presente
passado será.
Se passado tiver, saudade haverá.

— Então, o que houve?
— Não sentes saudades?

A saudade é sinal de que houve amizade
E a amizade é sinal de que houve amizade.
E a amizade é vida... é amor
Se há amor, amizade há
Se há amizade
há saudades.

— Então, o que houve?
— Não sentes saudades?

Valter Figueira
Enviado por Valter Figueira em 11/07/2006
Código do texto: T191883
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valter Figueira
Carlinda - Mato Grosso - Brasil, 48 anos
39 textos (2147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:38)
Valter Figueira