Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mundo que anda estranho

Anda o mundo muito estranho
Que vejo que nada há mais com sentido
Se me ocorres sentimento, e trepido...
...é por temer... venha a morte com ganho

Se amor assim, fácil houvesse
Para arrebatar os sentimentos que sentisse...
Mas de morrer de amor se entristece?
Ou morre quem do amor teme peraltice?

Que anda bem o mundo não me digas
Pois já agora não noto sorrisos
Que os olhos ‘inda brilham, não me mintas
com mentiras, que pressinto o rijo!

Mas olha-me, que te digo agora, oh mundo
Que loucura te passas? Que pesar?
Que ainda que enxergue tuas cores, contudo...
... não mais vejo ninguém a amar!

dhália
Enviado por dhália em 12/07/2006
Reeditado em 12/07/2006
Código do texto: T192221
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:09)
dhália